MDMA (ecstasy)!!!

Ontem as anfetaminas, hoje o ecstasy

O ecstasy é o derivado sintético das anfetaminas, e por isso não fazia sentido falar de um sem referir o outro.

Tal como as anfetaminas, o ecstasy também se enquadra na categoria das drogas estimulantes. Contudo, o facto de a sua composição química ser semelhante à da mescalina (alucinogéneo), permite que também seja classificado como uma droga perturbadora (ou psicadélica). É tem apelidado de MDMA (MetileneDioxoMetaAnfetamina) ou XTC.

Pode ser apresentado sob a forma de comprimidos, cápsulas ou pó (de diversos aspectos, tamanhos e cores, de forma a tornar-se mais atractivo).

Via de consumo:

  • oral;
  • inalada;
  • endovenosa (injectada).
Efeitos:
  • aumento da sensibilidade sensorial;
  • euforia;
  • agitação;
  • desinibição;
  • sociabilidade (maior capacidade de comunicação);
  • promove a sensação de intimidade e proximidade com outras pessoas;
  • despreocupação;
  • autoconfiança;
  • perda da noção de tempo e espaço;
  • contracção dos músculos da mandíbula;
  • aumento da pressão sanguínea;
  • dilatação das pupilas;
  • desidratação;
  • dores musculares.
Os primeiros efeitos surgem após 20-70 minutos, alcançando a fase de estabilidade em 2 horas. E, normalmente, desaparecem 4 a 6 horas após o consumo. Podem ocorrer algumas consequências residuais nas 40 horas após ao consumo.
Riscos:
  • Cansaço;
  • Esgotamento;
  • Desidratação;
  • Aumento da temperatura corporal (pode chegar aos 42ºC);
  • Sonolência;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Perturbações do sono (ex: insónia);
  • Episódios paranóides ou psicóticos;
  • Problemas cardíacos.
Como podem reduzir os riscos:
  • A variabilidade do ecstasy não está apenas presente no seu aspecto, tamanho e cor, está também na sua composição, o que faz com que muitas vezes os consumidores não saibam exactamente o que estão a tomar. Deste modo, é importante saber o que se está a consumir, tanto quanto possível;
  • Devem ingerir água ou bebidas não alcoólicas para combater a desidratação (Atenção: a ingestão excessiva de água também pode ser perigosa – intoxicação de água pode ser fatal);
  • É importante que se mantenham frescos (ex: molhem a cara e pescoço regularmente);
  • Usem roupas largas e não usem bonés ou chapéus;
  • Façam pausas para descansarem uns minutinhos;
  • Os efeitos não são imediatos, por isso esperem e não aumentem a dose;
  • Não misturem com outras substâncias (ex: álcool);
  • NUNCA CONSUMAM SOZINHOS!!!
Divirtam-se com inteligência.
Reduzir os riscos é a melhor forma de desfrutarem ao máximo da vossa experiência.
Have a good trip :)

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s